Cristovam Buarque pede união para superar crise política e econômica

Waldemir Barreto/Agência Senado

O senador Cristovam Buarque (PPS-DF) pediu a união das forças políticas pelo bem do país e criticou a tendência de cada um jogar a responsabilidade da crise para os outros. O senador manifestou apoio à investigação do presidente da República, Michel Temer, acusado de corrupção passiva pela Procuradoria-Geral da República, mas considera “uma certa hipocrisia” atribuir a crise brasileira a um governo que tem pouco mais de um ano.

Cristovam declarou que, junto com outros parlamentares, fez repetidas tentativas de reorientar o governo da presidente afastada Dilma Rousseff, alertando que a economia caminhava para o desastre, mas todos acreditavam que o país “estava às mil maravilhas”. Na avaliação do senador, a tragédia econômica deixada por Dilma somou-se à incompetência política de Temer.

— É hora de a gente provocar um grande debate, um diálogo. Afinal de contas, nós somos ou deveríamos ser os líderes deste país. E líder não é apenas para jogar culpa, líder é para encontrar a saída, para encontrar caminhos.

Leave a comment

Your email address will not be published.

*