Disputa pela 1º vice-presidência adia a Eleição da Executiva do PSB-DF

Votação da Executiva do PSB-DF, fica para o dia 28 de setembro.

O Congresso do Partido Socialista Brasileiro do Distrito Federal, ocorreu neste sábado (16/9), no Salão Vermelho do Hotel Nacional.

O Evento contou com presença do presidente nacional do PSB Drº Carlos Siqueira, do porta-voz da Rede Sustentabilidade, Pedro Ivo e dos dois deputados distritais pelo PSB-DF:  deputada Luzia de Paula e Juarezão, além da presença da distrital Telma Ruffino do PROS-DF e do Líder do Governo na Câmara Legislativa, deputado Agaciel Maia PR-DF.

A disputa pela vice-presidência foi o motivo que originou o adiamento da eleição da executiva do partido. Na disputa pela 1º vice-presidência a reeleição o atual presidente interino Jaime Recena Secretário adjunto de Turismo do Governo de Rodrigo Rollemberg. No campo popular e com apoio dos segmentos e da base do partido, Daniel Cunha atual 2º tesoureiro.

Daniel Cunha, se movimentou pela base do partido aglutinando apoiadores para disputar a 1º Vice-presidência e chegou a ter a maioria dos delegados presentes. Dos 45 delegados com direito a voto, Cunha tem 25 delegados a seu favor.

A base do partido se encontra insatisfeita com a atuação do atual presidente interino Jaime Recena. As insatisfações são diversas, desde o afastamento das bases populares do partido até a não explicada Viagem aos EUA para corrida de aviões à custa do contribuinte”.

Recena é o candidato de Marcos Dantas. Dantas é o atual Secretário das Cidades e o homem mais próximo do governador Rodrigo Rollemberg. Se confirmado no dia 28 Marcos Dantas será reconduzido ao cargo de presidente, função que exerce desde 1998. Jaime traz consigo a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel-DF).

Já Daniel Cunha, é oxigênio que as bases populares aspiram. Quem sair vitorioso automaticamente assumirá o partido, uma vez, que, Marcos Dantas, está licenciado devido execre o cargo de Secretário e o mesmo, pleiteia um cargo a deputado federal em 2018.

A manobra aplicada para que Daniel Cunha, não fosse vitorioso no Congresso foi a esdrúxula justificativa que a eleição poderia interferir na votação da reforma da previdência. O PLC 122/2017 que trata da reforma da previdência do funcionalismo publico do DF, que tramita na Câmara Legislativa do Distrito Federal.

No dia 28 se dará a reunião para eleger o Presidente, 1º vice-presidente e demais cargos da Executiva do partido. Há assembleia ocorrera na Sede do PSB/DF, SIG Quadra 1, Lote 985, SL 256, Edifício Parque Brasília.

Veja Nota do Secretario adjunto de Turismo a respeito da matéria Secretário vai aos EUA para corrida de aviões à custa do contribuinte

Fonte: Mercúccio

Com dados do Portal Metrópoles 

Leave a comment

Your email address will not be published.

*